Nossa Tecnologia

A partir da plataforma da Tecnologia do Bem™ da Oxitec, nossos insetos estão SENDO DESENVOLVIDOS para oferecer controle biológico específico e direcionado a insetos vetores e pragas.

 
oxitec-our-technology-black.jpg
 

Nossos insetos

Nossa Tecnologia do Bem™ oferece um método ambientalmente responsável para controle de insetos que propagam doenças os danificam plantações.

CLIQUE PARA SABER MAIS

 
 
Aedes aegypti

Aedes
aegypti

Anopheles albimanus

Anopheles
albimanus

Anopheles stephensi

Anopheles
stephensi

 
 
Lagarta do  Cartucho Milho

Lagarta do
Cartucho Milho

Lagarta Falsa Medideira

Lagarta Falsa Medideira

Mosca da Fruta

Mosca da Fruta

Drosófila da Asa Manchada

Drosófila da Asa Manchada

Traça das Crucíferas

Traça das Crucíferas

 

Nossos insetos contêm um gene auto limitante que, quando transferido à prole, esta não sobrevive até a vida adulta, resultando em uma redução da população adulta dos vetores e pragas.

Chamamos esse método de “auto limitante” porque os insetos liberados, bem como o gene auto limitante que eles passam adiante, são projetados para morrer e desaparecer do meio ambiente após encerrado o tratamento.

Nós liberamos insetos machos porque as fêmeas são as responsáveis diretas pela propagação de doenças ou a produção de lagartas que danificam plantações. Nossos machos têm uma missão: encontrar fêmeas selvagens e reproduzir-se com elas, controlando a produção de descendentes.

Esse método pode ser aplicado a todos os tipos de pragas de insetos, desde mosquitos que transmitem doenças como dengue e Zika, até lagartas que destroem plantações e pomares. Criamos nossos insetos utilizando ferramentas precisas e seguras de modificação genética. Eles são iguais aos insetos selvagens, exceto pelos dois genes adicionais inseridos por nós.

O gene auto limitante evita que os descendentes fêmeas dos machos liberados sobrevivam até a vida adulta, e o gene marcador de fluorescência produz uma proteína no interior do corpo dos insetos que brilha quando exposta faixas de luz específicas. Isso nos ajuda a encontrar e monitorar os insetos na natureza.

Benefícios da nossa tecnologia

 

PRECISÃO

Nossos insetos têm como alvo apenas a sua própria espécie. Eles não prejudicam insetos inofensivos como abelhas e borboletas como alguns outros métodos de controle.


Ambientalmente SUSTENTÁVEL

Nossa Tecnologia não usa nenhum produto químico prejudicial ao meio ambiente, e não apresenta efeitos nocivos em espécies de insetos benéficos.


Auto limitante

O sistema auto limitante significa que os genes precisamente inseridos não se estabelecem no ecossistema.


Não-tóxico

As proteínas produzidas pelos genes introduzidos não produzem nenhuma toxina ou alergênico, sendo seguras para uso em qualquer ambiente.


Escalonável

Nossas tecnologias de produção inovadoras são desenvolvidas com o potencial de produzirem nossos insetos eficientemente em larga escala.


Flexível

Nossos insetos auto limitantes podem ser usados como parte de programas integrados de manejo de pragas, e também como uma solução independente.

 

Nossa Ciência

O Gene Auto limitante

Header4 -- Overlay.png

Como o Gene Auto Limitante Funciona

O gene auto limitante está no centro do nosso método de controle de insetos. Quando nossos insetos machos são liberados e se reproduzem com fêmeas selvagens, todos os descendentes herdam uma cópia desse gene. O gene auto limitante impede o funcionamento correto das células dos insetos, na medida em que produz, excessivamente, uma proteína que interfere na capacidade de a célula produzir outras proteínas essenciais, necessárias ao seu desenvolvimento. Assim, impedindo o desenvolvimento normal dos insetos, o gene impede que eles sobrevivam até a vida adulta.

Já que o gene auto limitante funciona com base na própria biologia do inseto usada contra ele mesmo, nosso método de controle fornece uma solução que afeta exclusivamente as espécies-alvo de pragas, sem a introdução de toxinas nocivas no ambiente.

Também desenvolvemos nossos insetos de modo que podemos “desligar” o gene auto limitante com um antídoto, chamado Tetraciclina. Isso nos permite produzir nossos insetos em laboratório ou em uma fábrica em larga escala, sem a necessidade de modificações genéticas adicionais. Por exemplo, nossos mosquitos Aedes aegypti do Bem™, de 2ª Geração, foram modificados em 2013, e nós temos produzido a todos os mosquitos para liberação a partir dessa linhagem desde então!

 

O Marcador Fluorescente

fluorescent marker.png

Também introduzimos nos nossos insetos um gene marcador, que produz uma proteína fluorescente chamada DsRed2. Assim como o gene auto limitante, ele é herdada por todos os descendentes do macho liberado. Essa proteína é encontrada ao longo do corpo das larvas, pupas e adultos, e brilha na cor vermelho-alaranjada sob uma luz específica. Como resultado, com o equipamento certo, é possível distinguir facilmente os nossos insetos dos insetos selvagens. A DsRed2 não é tóxica nem alergênica.

O gene marcador é fundamental para o programa de monitoramento e controle, uma vez que nos permite identificar facilmente nossos insetos, rastreá-los e acompanha-los na natureza. Examinando as larvas presentes em um ambiente, podemos estimar quantas são provenientes da ninhada de nossos insetos auto limitantes e quantas são selvagens. Isso faz deste gene uma ferramenta valiosa para o controle de qualidade e o monitoramento efetivo da tecnologia na natureza. Então, nós usamos esses dados para adequar a dosagem de nossas liberações e garantir o alcance de um nível ideal de supressão de pragas.

Parceiros e Financiadores

Literatura Científica

A tecnologia da Oxitec tem sido estudada por cientistas, em nível mundial, por mais de uma década, em uma variedade de países e projetos. Confira uma lista com mais de 100 artigos de revistas científicas revisadas por pares e publicações sobre a nossa tecnologia. As publicações estão organizadas por ano, para fácil identificação.

 
_ALE6838.jpg